fbpx

Suzano

‘Golpe do PIX’, Guarda Municipal de Suzano detém suspeitos de integrar quadrilha

Quatro pessoas suspeitas de integrar uma quadrilha que aplicava golpes financeiros por meio do PIX, mecanismo de transferências de valores por meio de aplicativos para celulares. Agentes do Canil da Guarda Municipal de Suzano (GCM) detiveram os suspeitos, na tarde de quarta-feira (5).

Golpe do PIX em Suzano

Wanderley Costa/Secop Suzano
Wanderley Costa/Secop Suzano

A ação ocorreu na avenida Antônio Marques Figueira, no centro da cidade, após a proprietária de um estabelecimento comercial informar que havia sido vítima de estelionato.

De acordo com informações da Prefeitura de Suzano, o caso começou a ser desvendado quando os guardas realizavam patrulha pela região central e foram acionados pela dona do local, que disse eles que uma mulher teria feito compras no valor de R$ 1,2 mil, supostamente por meio de PIX, e enviado comprovante, porém o valor não teria sido creditado na conta. A suspeita foi mantida dentro do estabelecimento pela proprietária e demais funcionários até a chegada da GCM.

Agentes do Canil da Guarda Municipal de Suzano (GCM) detiveram, na tarde de quarta-feira (5), quatro pessoas suspeitas de integrar uma quadrilha que aplicava golpes financeiros por meio do PIX, mecanismo de transferências de valores por meio de aplicativos para celulares.

A ação ocorreu na avenida Antônio Marques Figueira, no centro da cidade, após a proprietária de um estabelecimento comercial informar que havia sido vítima de estelionato.

De acordo com informações da Prefeitura de Suzano, o caso começou a ser desvendado quando os guardas realizavam patrulha pela região central e foram acionados pela dona do local, que disse eles que uma mulher teria feito compras no valor de R$ 1,2 mil, supostamente por meio de PIX, e enviado comprovante, porém o valor não teria sido creditado na conta. A suspeita foi mantida dentro do estabelecimento pela proprietária e demais funcionários até a chegada da GCM.

Ainda segundo a administração municipal, questionada pelos agentes, a mulher informou que estava em contato com um homem por celular, mas que ele teria bloqueado o contato dela após ser mantida dentro do comércio.

De posse das características deste suspeito, uma outra equipe da GCM, que estava próxima ao local, fornecendo apoio ao Canil, localizou o indivíduo apontado pela mulher e outros dois que podem ter participação no crime.

Segundo a proprietária do estabelecimento, os três também teriam praticado o “golpe do PIX” no dia anterior, resultando em um prejuízo de R$ 4 mil.

A Prefeitura de Suzano informou que a acusada levou os guardas municipais até um veículo GM Celta, de cor prata, próximo ao local, onde estavam as mercadorias. Todo o material foi apreendido e depois encaminhado para a Delegacia Central de Polícia, onde foi periciado e devolvido à vítima. Os outros três suspeitos, que estavam ocupando um veículo Fiat Punto, prata, também foram levados à delegacia. Ambos os carros também foram apreendidos porque, segundo a GCM, podem ter sido utilizados no suposto golpe.