fbpx

Início do Julgamento da Cassação de Moro no Paraná: Entenda os Argumentos

Nesta segunda-feira (1º), tem início o julgamento da cassação do senador Sergio Moro (União Brasil-PR) no Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR). O caso, que versa sobre suposto abuso de poder econômico na eleição de 2022, será avaliado a partir das 14h, com previsão de continuação nos dias 3 e 8 de abril, caso necessário.
Foto: Lula Marques/ Agência Brasil
Foto: Lula Marques/ Agência Brasil

A ação, originada de dois processos que tratam do mesmo tema, teve início com a acusação por parte do PL, partido do ex-presidente Jair Bolsonaro, e posteriormente pela Federação Brasil da Esperança (PT/PCdoB/PV), do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que pleiteiam a cassação do mandato de Moro.

Os argumentos da acusação se baseiam na alegação de que Moro teria desequilibrado o pleito eleitoral ao utilizar recursos da pré-campanha presidencial para favorecer sua eleição ao Senado, ferindo a igualdade de condições entre os concorrentes.

A Procuradoria Regional Eleitoral do Paraná, em manifestação datada de 14 de dezembro, defendeu a cassação do mandato de Moro e de seus suplentes, apontando para o emprego excessivo de recursos financeiros que comprometeram a lisura e legitimidade do pleito.

Por outro lado, a defesa de Moro alega que muitos dos gastos apontados na pré-campanha presidencial e senatorial não trouxeram benefícios diretos para a eleição ao Senado no Paraná, além de argumentar que parte dos recursos não foi individualizada e sim destinada a eventos coletivos do partido.

A expectativa é de que o julgamento traga à tona detalhes cruciais sobre os argumentos de ambas as partes, proporcionando um panorama mais claro sobre o desfecho desse caso que tem gerado intensos debates políticos no país.

Foto: Lula Marques/ Agência Brasil
Foto: Lula Marques/ Agência Brasil
Patrocínio
banner image